símbolos do Arcano
9 - o Eremita

Plano Espiritual:

A manifestação da luz divina nas obras humanas, a sabedoria absoluta, a comunhão do pensador com seu pensamento e com o objeto do pensamento. ©Iglesias Janeiro

Aton, o deus que traz a energia vital, o Deus único de Akenaton. Os raios sobem para o sol e não são projetados por ele, como se o Eremita estivesse promovendo a luz.

Paus
Tarots Egipcios ©Kier

 

Plano Mental:

A descrição, a caridade e o conhecimento; a seleção entre o verdadeiro e o falso, o agrado e o desagrado pelo que é moral ou imoral, o juízo que compara e resolve. ©Iglesias Janeiro

Ele tem nas mãos o cajado e a lamparina. O Sol invade o Plano Espiritual, os raios vêm de baixo para cima, dando o sentido que é o eremita que está trazendo a luz. A lamparina, a luz, é o símbolo da descoberta, da essência, da revelação. O escuro do manto representa o passado, o inconsciente, o oculto. Ele está gerando essa luz das profundezas da Alma. Ele leva a luz para o futuro. O cajado é a base, a estrutura. A palmeira atrás dele, no lado do passado indica que ele está deixando o deserto, saindo do isolamento.

Plano Material:
Tende ao desenvolvimento molecular, a culminação de tudo o que é anterior, o ornamento da obra concluída e a ascensão a planos mais elevados. ©Iglesias Janeiro

O Sol, coberto pela tempestade de areia simboliza a sabedoria oculta no desconhecido.

"O Eremita no ato de iluminar o mundo interior."
©Iglesias Janeiro

Teth:
O mistério de insondável. O princípio do amor como ato puro, o elemento de conservação e renovação, o gênio protetor, a prudência, a iniciação nos arcanos da vida superior.

Marte em Áries
Aquário

Livro
próxima
entre
anterior
Tarot Egípcio: A Jornada em busca do Ser - Página 33